Dicas do Oftalmologista

WhatsApp Image 2021-02-19 at 15.07.00.jp
Dra. Edna Almodin
Coceira nos Olhos

  São várias as causas que ocasionam coceira ou prurido ocular. A pandemia causada pelo coronavirus tem instigado a população ficar mais ligada nas telas eletrônicas. Isto diminui a frequência de piscar, causando o “olho seco”. Exacerbado pelo uso de ar condicionado e de um clima tropical, hoje há uma luta com a “Síndrome do Olho Seco” - uma das principais queixas de irritação ocular nos consultórios oftalmológicos.

 

  As mudanças ambientais, alimentares e hábitos de vida também levam as alergias oculares. A soma de tudo isto vem aumentando o prurido ocular, a união desses e outros fatores provoca a incidência de Ceratocone em indivíduos cada vez mais jovens.

 

  ALERTA: não coce os olhos. Use colírios lubrificantes. Diminua o uso de celulares, tablets, computadores e TVS.

 

 Estes cuidados podem evitar o Ceratocone, que é uma doença bilateral, progressiva, que causa grave comprometimento a visão, podendo levar a transplante de córnea.

 Este conteúdo é meramente informativo e não elimina a necessidade de uma consulta presencial com o oftalmologista.

dra lázara.jpg
Dra. Lázara Maciel
Derrame Ocular

 O hiposfagma, popularmente conhecido como “derrame ocular”, ocorre quando os vasos sanguíneos da conjuntiva se rompem e sangram. A conjuntiva é uma fina camada que reveste a esclera, a parte branca dos olhos.

 

   Apesar de assustar pela aparência, o hiposfagma não traz prejuízos à visão e geralmente se resolve espontaneamente em até 15 dias. É importante investigar o motivo que levou ao rompimento dos vasos.

 

   As principais causas são:

  • Tosse;

  • Espirros;

  • Vômito;

  • Esforço físico;

  • Coçar os olhos;

  • Trauma;

  • Febre;

  • Uso de anticoagulantes.

 

   Afastadas todas estas causas deve-se investigar ainda picos de pressão arterial.

   Em caso de dúvidas procure o médico oftalmologista. 

Sem Título-6.jpg
Dr. Gustavo Barros Siqueira
Por que as pálpebras tremem?

  É normal nos consultórios a queixa de que o olho está “tremendo” ou “pulando”. O nome desse tremor é mioquimia, e o que ocorre são contrações involuntárias de pequenas fibras do músculo da pálpebra na região próxima aos cílios. 

 

  Geralmente associado ao estresse físico ou emocional, esses tremores são benignos e desaparecem em algumas semanas e não necessitam tratamento específico.

 

  Caso os tremores durem mais de 3 meses, atinjam as pálpebras como um todo ou causem dificuldade para abrir os olhos, pode ser o blefaroespasmo, discinesia facial que necessita tratamento especializado com aplicações de toxina botulínica nos músculos envolvidos.

  Em caso de dúvidas procure um oftalmologista.

Sem Título-6.jpg
Dra. Silvana Volpe de Lazary
Diplopia

  Diplopia ou visão dupla ocorre quando há um desalinhamento ocular ( estrabismo ) após 8 anos de idade. Antes dessa idade, o estrabismo não leva a visão dupla já que há supressão das imagens de um dos olhos.

 

  Várias são as causas de estrabismo nessa faixa etária, como alterações neurológicas (tumores ou outras doenças), diabetes e atualmente uso abusivo de eletrônicos como celular, tablet ou computador.

 

  É importante uma avaliação oftalmológica o mais rápido possível frente a diplopia .

  Fique atento e procure um oftalmologista! Somente ele pode avaliar o caso.

 

Pergunte ao especialista

Deixe sua pergunta, o especialista irá esclarecer sua duvida.

Importante: As respostas dos questionamentos feitos neste “canal” não substitui a visita ao Médico Oftalmologista, que deve acontecer periodicamente.

Obrigado pelo envio!